Skip to content

4 dicas para empreender durante a crise

4 dicas para empreender durante a crise

Empreender pode ser desafiador, especialmente em um período de crise. Mas também pode ser o momento oportuno para tirar os seus sonhos do papel. Confira nossas dicas:

Muitas pessoas podem ficar em dúvida se realmente é a hora de começar a empreender. Com a crise gerada pela pandemia de COVID-19, muitos negócios tiveram que se reinventar. Afinal, com as adversidades vem a necessidade de mudanças. O consumo online aumentou muito, dando maior visibilidade para compras diretamente pelas redes sociais e pelos e-commerces e marketplaces.

O consumo não parou, apenas migrou para os meios digitais. Por isso essa pode ser a oportunidade que você precisava para tirar o seu sonho do papel e ir atrás da sua independência financeira apostando no seu próprio negócio.

Isso vale para todos, mas principalmente para mulheres que querem alavancar suas carreiras. Segundo uma pesquisa conduzida pelo Sebrae, no ano passado o Brasil já contava com cerca de 24 milhões de mulheres empreendedoras. Já pensou em se tornar uma delas?

Confira três dicas essenciais para você começar a empreender mesmo durante a crise:

1- Planejamento é chave

O primeiro passo é estudar o seu mercado. Em um cenário de crise, é comum que menos dinheiro entre em circulação, principalmente em áreas não essenciais. As áreas que não enfrentam baixa nas compras e vendas são serviços relacionados a alimentação, segurança, moda e beleza. As brasileiras são grandes consumidoras de moda e beleza, e são muito atraídas por tendências e propósitos. Esse segmento pode ser uma boa aposta para seu novo empreendimento!

É importante também pesquisar sobre seus concorrentes, identificar seus pontos fortes e fracos, e tirar vantagem disso no seu negócio.

Caso realmente decida investir no segmento de moda e acessórios, por exemplo, o próximo passo é definir por qual meio fará as suas vendas: ponto físico ou online. A nossa sugestão é começar pelas vendas online, criando um e-commerce para a sua marca ou até mesmo vendendo diretamente pelo Instagram.

Organizando estes primeiros detalhes e com uma boa ideia do perfil do seu público, você já pode começar a criar a sua marca. Pense em uma logomarca e um nome de impacto, faça seu cadastro no Portal do Empreendedor e comece a sua jornada em busca da independência financeira!

2- Estreite o relacionamento com seus clientes

É muito importante conhecer bem o perfil dos seus clientes e o que eles esperam nesse momento de crise. Tenha sempre em mente como a sua nova marca pode ajudar o seu público.

Se você está vendendo diretamente pelas redes sociais, separe alguns conteúdos focados na comunicação direta com seus clientes. Seus canais devem estar abertos e sempre atualizados para que o seus clientes possam entrar em contato de forma fácil e rápida. Traga também informações de interesse e tendências relacionadas a sua área de atuação. É uma forma de aumentar a confiabilidade na sua marca, mostrando que você se importa com o seu público.

Construindo um bom relacionamento com o seu público-alvo, ele se sentirá seguro em realizar compras com você mesmo em períodos de crise, e ainda poderá compartilhar a sua marca com seus amigos e familiares.

3- Aposte na venda online

As vendas online deram um salto com a atual crise do mercado. Com as medidas de distanciamento social, muitas pessoas viram nas compras online um meio mais fácil para consumir sem sair de casa. Por isso, quem já tem um ponto físico está migrando para os meios online para cortar custos. E quem já começou no digital, está vendo o faturamento aumentar.

Para quem vai começar uma nova marca, esse é o momento certo para abrir uma empresa totalmente digital.

4- Revenda de semijoias de luxo

Como já mencionamos, um dos setores que não sente os efeitos de uma crise como outros é o de moda e beleza. Em uma pesquisa recente relacionada ao consumo neste segmento, foi constatado que os produtos tem relação direta com autoestima e bem-estar, por isso considerados essenciais.

Com a revenda de semijoias de luxo, por exemplo, cada peça apresenta um valor agregado, o qual você vai poder usar para investir na sua marca e compra de novas peças para o seu estoque.

Além disso, nesse nicho de vendas, você garante uma flexibilidade de horários e a possibilidade de começar a trabalhar diretamente da sua casa. Você precisa de coragem e criatividade para se tornar uma revendedora de semijoias de sucesso!

Mesmo durante a crise você pode fazer as contas, se planejar e começar o seu próprio negócio. Pense nisso!

Conheça as lindas semijoias de luxo da La Boutik Semijoias! Peças de qualidade e beleza incomparável.

 

Faça seu cadastro no nosso site para saber mais! Ou entre em contato pelo SAC (19) 99824-9610 e pelo WhatsApp (19) 99657-1286 / (19) 99676-1457. Ou mesmo pelo e-mail: contato@laboutik.com.br

Avenida Marechal Arthur da Costa e Silva, 1275 – Jardim Glória, Limeira, São Paulo

 

Acompanhe nossas redes sociais Facebook e Instagram, e fique de olho em todas as novidades que vamos trazer aqui no blog.

 

La Boutik Semijoias

Avenida Marechal Arthur da Costa e Silva, 1275 – Jardim Glória, Limeira, São Paulo